A Grande Fraternidade Branca

fraternidade branca

A Grande Fraternidade Branca é o nome dado a uma hierarquia de seres iluminados que trabalha em benefício da Humanidade. Esses seres podem ser divididos em linhagens, de acordo com sua origem e seu campo de ação:

• Linhagem Humana: Mestres e Mestras Ascensionados.
• Linhagem Angélica: Arcanjos e Arqueias.
• Linhagem Dévica: Elohins e Elohas.
• Linhagem Extraterrestre: Confederação Intergaláctica, Seres Cósmicos, Seres Interplanetários, Regentes Planetários.

Os Seres mais conhecidos dentro das linhagens humanas, angélica e dévica são os dirigentes dos Raios Cósmicos.
Os Raios Cósmicos ou Solares simbolizam qualidades ou aspectos divinos que o indivíduo deve ter e preservar em si para alcançar a perfeição. Eles são 12 no total, sendo os 7 primeiros chamados de Raios Planetários, que são os raios que participaram da Creação da
Terra, os outros 5 são os chamados Raios Sutis, os Raios de aprimoramento e evolução do que já foi criado.
Da Reunião Harmônica das Energias dos 12 Raios Solares é composto o chamado “Disco Solar” que é um instrumento de poder físico e espiritual, pois existe tanto no plano terreno quanto no plano etéreo.
Nas cartas dos Raios, que fazem parte do Tarot da Fraternidade Branca, são apresentados os 12 Raios que compõem o Disco Solar em suas respectivas cores e com seus Regentes, os Seres Iluminados que coordenam a ação de cada um dos Raios. Mais adiante serão explicadas, detalhadamente, as funções e características de cada Raio, bem como o nome de cada um de seus regentes.
Vale lembrar que quando nos tornamos também seres iluminados, assumindo nossa vocação para o bem, para o amor ao próximo e para o aprimoramento pessoal em prol do coletivo, nos convertemos em componentes da Grande Fraternidade Branca e trabalhamos junto aos
Mestres Ascensionados para a evolução do Planeta, em benefício da Humanidade.

Leitura das Cartas

Imagem e Simbolismo

Aqui é apresentada uma interpretação de cada carta dentro de um sistema de símbolos relacionados aos elementos da Fraternidade Branca dos 12 Raios. Esta interpretação não deve ser encarada como uma visão restritiva das imagens apresentadas nas cartas, mas como
uma abertura a novos arquétipos para os que procuram alternativas visando à criação de uma simbologia pessoal.
Procure ter os olhos abertos às revelações que as imagens das cartas possam oferecer. Os significados que apresentam são múltiplos e eles podem ser inseridos tanto dentro de um sistema tradicional de leitura, quanto dentro de uma interpretação intuitiva de natureza mais
singular e individual. Mantenha seu espírito elevado e você poderá transcender o contexto de cada imagem e usufruí-las de maneira criativa, ampliando e aprofundando seu significado.

Devem-se entender cada carta não como uma mera expressão das mazelas cotidianas ou uma resposta rápida para problemas imediatos, mas como um elemento inspirador e revelador a ser utilizado para a evolução espiritual do indivíduo, seu autoconhecimento e a compreensão de uma verdade maior, universal e coletiva.

Análise e Evolução

Cada carta deste Tarot se apresenta como uma unidade dentro de um conjunto geral, desenvolvido em uma sequência evolutiva, como etapa do direcionamento do ser em busca de sua perfeição, um passo a ser seguido em seu caminho espiritual.
São muitas as maneiras de se alcançar a perfeição, assim também são muitos os meios para se realizar uma viagem, mas o objetivo final é um só, mesmo sendo o caminho interrompido, atrasado ou bloqueado. Cabe a cada um lutar para percorrê-lo sempre, não em uma guerra instintiva, travada com hostilidade, medo ou desconfiança, mas tal qual Batalha Sagrada, em que suas armas serão a Fé, a Harmonia e o Amor.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo

Selecione uma Categoria